Logo Instituto Albert Sabin

A solidariedade salva vidas:doe sangue e ajude até 4 pessoas

10/06/2019

Junho é o mês dedicado às doações de sangue. É preciso criar o hábito de doar para manter os estoques em quantidade suficiente para atender às demandas dos hospitais. No Brasil são coletadas cerca de 3,6 milhões de bolsas/ano, o que corresponde ao índice de 1,8% da população doando sangue. Embora o percentual esteja dentro dos parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Ministério da Saúde trabalha para aumentar este índice. O Ministério da Saúde reduziu a idade mínima de 18 para 16 anos (com autorização do responsável) e aumentou de 67 para 69 anos a idade máxima para doação de sangue no País.

Critérios para doação de sangue

Há critérios que permitem ou que impedem uma doação de sangue, que são determinados por normas técnicas do Ministério da Saúde, e visam à proteção ao doador e a segurança de quem vai receber o sangue.Para fazer a doação é necessário:

- Levar documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira do conselho profissional ou carteira nacional de habilitação);

- Estar bem de saúde;

- Ter entre 16 (dos 16 até 18 anos incompletos, apenas com consentimento formal dos responsáveis) e 69 anos, 11 meses e 29 dias;

- Pesar mais de 50 Kg;

- Não estar em jejum; evitar apenas alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação.

Recomendações para o dia da doação:

- Nunca vá doar sangue em jejum

- Faça um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior a doação

- Não tome bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores

- Evite fumar por pelo menos 2 horas antes da doação

- Evite alimentos gordurosos nas 3 horas antes da doação

- As pessoas que exercem profissões como: pilotar avião ou helicóptero, conduzir ônibus ou caminhões de grande porte, sobem em andaimes e praticam pára-quedismo ou mergulho, devem interromper estas atividades por 12 horas antes da doação.

Intervalos para doação

- Homens: 60 dias (até 4 doações por ano)

- Mulheres: 90 dias (até 3 doações por ano)

Cuidados pós-doação

- Evitar esforços físicos exagerados por pelo menos 12 horas

- Aumentar a ingestão de líquidos

- Não fumar por cerca de 2 horas

- Evitar bebidas alcóolicas por 12 horas

- Manter o curativo no local da punção por pelo menos de quatro horas

- Não dirigir veículos de grande porte, trabalhar em andaimes, praticar paraquedismo ou mergulho.

Quem não pode doar?

- Quem teve diagnóstico de hepatite após os 11 anos de idade

- Mulheres grávidas ou que estejam amamentando

- Pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como AIDS, hepatite, sífilis e doença de chagas

- Usuários de drogas

- Aqueles que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual, sem uso de preservativos.

Fonte: Ministério da Saúde

Quer ser um doador de sangue?

Procure o Hemominas em Juiz de Fora
rua Barão de Cataguases s/, no Centro
Funcionamento de segunda a sexta das 7h às 18h.
Aos sábados, das 7h às 11h.
As doações de sangue podem ser agendadas pelo telefone (32) 3257-3114. @hemominas