Logo Instituto Albert Sabin

Gente em Primeiro Lugar é um dos primeiros projetos apoiados pelo Instituto

12/12/2018

O Gente em Primeiro Lugar é um programa de acesso cultural que leva oficinas artísticas como dança, teatro, capoeira, artesanato, grafite, flauta, percussão para crianças e jovens de 6 a 14 anos dos bairros mais periféricos da cidade. Em 2009 o programa foi idealizado pela Funalfa e em 2011 a ACAV (Associação Cultural Arte e Vida) celebrou com o município o contrato de gestão para gerenciá-lo. Hoje, o “Gente em Primeiro Lugar” atende mais de 3.200 jovens de 59 bairros.

O programa hoje tem uma solidez muito grande dentro da cidade, já que comemora em 2019 seus 10 anos e oferece aos jovens atendidos grandes oportunidades. Eles podem participar dos eventos do programa, que incluem apresentar dentro do tipo da sua oficina, como dança ou capoeira, espetáculos em grandes teatros, como o Teatro Central ou o Carlos Paschoal Magno, como foi este ano.

Andrea Ventura, assistente administrativa e gerencial da ACAV explica que o programa tem grande impacto social na vida dos jovens “hoje a maior forma de prevenção para violência e a segurança pública é através da arte, e a gente levando arte e cultura para essas crianças desde a idade escolar, faz com que eles trilhem um caminho muito mais seguro do que aquela criança que está nas ruas. É nesse sentido que a gente investe, que a gente acredita no poder do Programa Gente em Primeiro Lugar”.

O Instituto Albert Sabin como parceiro

O programa vinha enfrentando dificuldades financeiras para realizar grandes eventos, então há algum tempo entraram, junto com a prefeitura que mantém o programa na Lei Rouanet, que oferece incentivo fiscal para pessoas jurídicas ou físicas com dedução para o Imposto de Renda, para apoiar o projeto.

É nesse momento que entra o Instituto Albert Sabin, possibilitando a realização desses eventos. Andrea Ventura exalta como a parceira irá ajudar no maior desenvolvimento do programa “A contemplação que a gente tem com o Instituto para os eventos do programa Gente em Primeiro Lugar, traz para nós um gás muito grande para que possamos levar cada vez mais arte e cultura a esses jovens”.

Andrea explica que existem desafios pela frente, como dar lanche e transporte para que as crianças possam ir aos eventos. Além disso, poder disponibilizar uniformes, já que, segundo a assistente administrativa e gerencial da ACAV, o jovem se sente um participante da sua própria história dentro do programa. Outro desafio que eles esperam que seja sanado é o fato de atualmente só terem recurso para contratar 3 jovens aprendizes, já que o objetivo é que mais jovens do próprio “Gente em Primeiro Lugar” possam ter vínculo com essas atividades e não precisem sair de lá para trabalhar e ajudar em casa.

O programa tem ainda as atividades esportivas na praça céu, que no momento não tem projetos na lei federal de incentivo ao esporte, mas é algo que começará a ser pensado, já que, no esporte, existe uma grande carência de material. “Então esses são alguns desafios que temos pela frente, mas a prefeitura está sempre sendo muito parceira e o agora com o Instituto Albert Sabin eu tenho certeza que a tendência dessa parceria é só crescer e sanarmos essas dificuldades”, complementa Andrea Ventura.